FamilySearch finaliza a digitalização de milhões de rolos de microfilmes

Compartilhe!

A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias anunciou que o FamilySearch finalizou a digitalização completa de sua coleção de milhões de rolos de microfilmes. Esse marco levou 83 anos para ser alcançado e o arquivo – que está disponível para o público no FamilySearch.org – reúne informações sobre mais de 11,5 bilhões de pessoas de mais de 200 países e principados, bem como mais de 100 idiomas.

O projeto de digitalização foi dirigido pelo historiador e registrador da Igreja, e executado por profissionais de preservação do Departamento de História da Igreja. Élder LeGrand R. Curtis Jr., Setenta Autoridade Geral que serve como historiador e registrador da Igreja, disse que o projeto mostra o compromisso da Igreja de compartilhar e utilizar seus registros preservados. “A Igreja tem se dedicado à preservação adequada dos registros desde o início, e aprendemos com Alma que preservamos registros para que os filhos de Deus possam ver a Sua mão em sua vida e fazer o convênio de aceitarem e seguirem o Salvador”, disse ele, citando Alma 37:17-19,46.

A Sociedade Genealógica de Utah — atualmente conhecida como FamilySearch — iniciou a microfilmagem de registros em 1938. A microfilmagem é a captura fotográfica de um documento, imagem ou arquivo em formato reduzido, armazenada em um rolo de filme de 16 mm ou 35 mm, que pode ser visualizada com o uso de uma máquina que amplia a imagem em uma tela. A coleção de microfilmes do FamilySearch chegou a ter mais de 2,4 milhões de rolos. Durante várias décadas, cópias de rolos originais podiam ser encomendadas e visualizadas em um dos mais de 5 mil centros de história da família do FamilySearch em todo o mundo. Desde 2017, as informações são disponibilizadas totalmente em meio digital, e podem ser visualizadas e pesquisadas online.

Linha do tempo da digitalização de microfilmes do FamilySearch

1938: A Sociedade Genealógica de Utah — conhecida hoje como FamilySearch — inicia a microfilmagem.
1998: O FamilySearch compra suas primeiras máquinas para a digitalização de microfilmes.
2006: Programas e processos são desenvolvidos pelo FamilySearch, Departamento de História da Igreja e Departamento de Serviços de Informação e Comunicação da Igreja.
2017: O FamilySearch encerra sua distribuição de microfilmes para centros de história da família ao implementar a disponibilização de acesso online.
2018: O último rolo de filme adicionado à coleção é captado pelas câmeras de campo do FamilySearch.
2021: A digitalização do último microfilme é concluída.

Relacionado: O FamilySearch está agora disponível em 30 idiomas

Saiba mais aqui.


Compartilhe!
Rolar para o topo