Vem, e Segue-Me: 1 Néfi 11–15 – "Armados com retidão e com o poder de Deus"

Compartilhe!

Reflexão

Qual foi a coisa grandiosa que você viu, para você mesmo, antes de acontecer? Você consegue ver os possíveis resultados antes de tomar uma decisão? Você ao menos pondera sobre essas possibilidades antes de fazer alguma coisa? Ao fazer uma viagem, você procura informações sobre este local, se faz frio ou calor, se tem acesso à internet ou se vai ter comida, por exemplo?

Perguntas como estas determinam a sua visão de futuro. Não estou falando de misticismo, futurismo ou habilidades visionárias. Estou falando do poder de ver antes de acontecer. Acredite! Isso é possível! No mundo dos negócios isso chama-se probabilidade, que é um estudo que representa as chances de acontecer um determinado resultado.

Só vê quem está preparado para ver e para o que vai ver. A visão é uma forma de testificar da verdade, mas, principalmente, para preparar quem vê e o seu povo, para o que está por vir.

Outras concepções de aprendizagem

No estudo desta semana, percebi dois aspectos interessantes e distintos na aprendizagem.

1) O primeiro é o alerta dado pelos profetas, após ter visões espirituais. Importante não confundir visão com previsão, isso não é um jogo de erro e acerto, é um dom profético, dado através do Espírito Santo, somente para quem está preparado para ver e para o que vai ver. Muitos profetas, em todos os tempos, puderam desfrutar deste dom, alguns escreveram sobre o que viram e outros não. Mas, o fato é que, ao terem a visão, eles fizeram e fazem alertas sobre comportamentos e atitudes, para que seu povo possa mudar, suportar ou aceitar a condições vigentes e previstas.

2) O poder de decisão para acreditar nas visões dos profetas. Na introdução da lição, sugere-se que somos o povo da igreja do Cordeiro, armados com retidão e com o poder de Deus, em grande glória. Se não temos essa característica – a retidão -, ainda assim podemos ter confirmado a nós todo e qualquer princípio do evangelho, através do Espírito Santo. Contudo, devemos buscar a retidão, através de pensamentos e ações e de fazer e honrar convênios, para termos a influência constante do Espírito Santo, que é o Dom do Espírito Santo. Caso contrário, estaremos atrapalhando a obra. Talvez a maior virtude que recebemos do Senhor seja esse poder de termos confirmada toda a verdade. Essa é, sim, uma arma poderosa para viver com mais equilíbrio, segurança e satisfação. Não acredito no acaso e nem na sorte. Ao estudar as escrituras, podemos desejar ter a visão que os profetas tiveram (e ainda têm) ou simplesmente acreditar nelas. Para ambos os casos, se faz necessário preparação e maturidade espiritual. Caso contrário, queixas, dúvidas e cegueira espiritual levam a atitudes covardes como minimizar o poder de Deus ou simplesmente refutá-lo.

Pensamento profético

“O conhecimento da verdade tem pouco valor a menos que o utilizemos para tomar as decisões corretas.” Élder Richard G. Scott, “A Verdade: Alicerce das Decisões Corretas”, Conferência Geral, Outubro de 2007.

Para ler

A Verdade: Alicerce das Decisões Corretas – Élder Richard G. Scott, Conferência Geral, Outubro de 2007.

Escolher Acreditar – Élder L. Whitney Clayton, A Liahona, Maio de 2015

A Importância de Fazer Escolhas – Mindy Raye Friedman, A Liahona, Fevereiro de 2014

Wellington Silva
Siga-me!

Compartilhe!