Universidades da Igreja recusam 54 milhões de dólares em ajuda governamental

Compartilhe!

Mesmo com significativas perdas financeiras devido à pandemia, quatro universidades e faculdades de A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias recusaram a ajuda total de mais de 54,1 milhões de dólares em financiamento público.

A Universidade Brigham Young, a BYU-Idaho, a BYU-Havaí e o LDS Business College usarão fundos privados para ajudar os alunos que sofreram problemas financeiros relacionados à pandemia, em vez de usar o dinheiro disponibilizado pelo governo federal americano para isso.

Os alunos qualificados começarão a receber apoio dos fundos próprios das instituições de ensino da Igreja em junho, para suas necessidades básicas, como alimentação e moradia. O retorno às aulas ainda não está definido. A BYU anunciou que não tomará nenhuma decisão sobre a retomada das aulas presenciais até julho.

Nem a Igreja, nem suas instituições de ensino solicitaram ou receberam auxílio governamental, e notificaram o Departamento de Educação dos Estados Unidos de sua decisão, para que o dinheiro possa ser usado em instituições com maior necessidade de ajuda. “Acreditamos que podemos ajudar nossos alunos sem os recursos [governamentais]”, disse a porta-voz da BYU, Carri Jenkins, em comunicado. A decisão de renunciar ao financiamento federal está relacionada aos princípios de autossuficiência da Igreja, disse Jenkins.

“Depois de utilizar seus próprios recursos e procurar assistência dos membros da família, as pessoas são aconselhadas a procurar a comunidade da Igreja”, informou Jenkins. “Nesse espírito, identificamos fundos universitários que podem ser usados ​​para fornecer assistência a estudantes matriculados (…) que precisem de ajuda externa para atender às necessidades básicas”.

Embora os fundos públicos pudessem ser utilizados para ajuda apenas a cidadãos americanos, as instituições da Igreja estão fornecendo ajuda privada a todos os alunos necessitados, incluindo estudantes de outros países. Além disso, as instituições continuam pagando os salários dos milhares de estudantes que trabalham no campus de cada universidade ou faculdade.

A Igreja opera suas instituições de ensino através do Sistema Educacional da Igreja e conselhos de administração que incluem a Primeira Presidência, o Quórum dos Doze Apóstolos e outros líderes gerais. A Igreja subsidia as mensalidades de todos os alunos.

Fonte: Deseret News

Siga-me!

Compartilhe!