O melhor presente de Natal!

Compartilhe!

Quando eu era criança inocente, morava com minha avó materna e esperava ansiosamente o Natal, porque o Papai Noel sempre deixava um presente para mim.

Minha avó me orientava quanto ao comportamento, às notas na escola, ao que deveria fazer em casa, para que o Papai Noel ficasse contente com o meu desempenho e pudesse me dar o presente dos meus sonhos. Por vários anos, o ritual se repetia: ensinamentos, acompanhamento, feedback da minha avó e… lá estava o presente, quando eu acordava na manhã do dia 25 de dezembro!

Já grandinho, por curiosidade de menino que não se contentava com as explicações dos mais velhos, ficava na espreita, de olhos semiabertos para ver o bendito Papai Noel. Para minha surpresa, o Papai Noel era minha avó! A decepção fez morrer o famoso Papai Noel e nascer uma heroína em meu coração. Minha avó deixou de ser amada para ser venerada, uma santa.

Muitas outras pessoas foram incluídas nessa lista de veneração. Minha mãe, claro! Meu pai, meus tios e tias e até alguns amigos secretos. Não sei se acontece com vocês, mas, depois de uma certa idade, passamos a dar mais presentes que receber – é a síndrome do Papai Noel.

Quando os presentes já não são tão significativos e as condições financeiras empobrecem o volume de presentes, está na hora de buscar um presente de verdade, algo duradouro, uma coisa que muda a visão e dá esperança de um futuro melhor, algo que transforma a vida que quem dá e, principalmente, de quem recebe.

Está na hora de compartilhar o verdadeiro Espírito do Natal. O Natal é a comemoração do nascimento de Jesus, o Cristo. Aquele que veio para nos salvar e nos salvou. Aquele que veio amar e nos ama até hoje. Aquele que, pela Sua Expiação e Sua graça, nos permite uma vida eterna em glória e graça.

Mas, como assim? Como transformar esse acontecimento num presente? Escreva um testemunho, com gratidão recheada de sentimentos verdadeiros e pequenas histórias verídicas de sua própria vida, de benefícios celestiais, acontecimentos que transformaram a sua vida, e entregue para o máximo de pessoas que puder. Use as redes sociais, sites especializados e até mesmo as antigas cartas. Presenteie as pessoas que você ama com os seus sentimentos!

Estamos (a humanidade) famintos de boas histórias, de sentimentos nobres e de atitudes refinadas. Sua gratidão vai ajudar você a enxergar a vida com cores mais vibrantes e os outros irão ver da mesma forma. Seus pensamentos positivos ajustarão suas atitudes e muitas pessoas virão que vale a pena ser melhor a cada dia.

Não vejo a necessidade de vestir um gorro vermelho, colocar uma falsa barba branca de algodão e vestir roupas com enchimentos de espuma para parecer um velhinho bondoso, amável e feliz. Podemos ser bondosos, amáveis e felizes sendo nós mesmos! Ouças os sinos que dobram anunciando o nascimento do verdadeiro Espírito do Natal, aproveite o momento que é propício e transforme a sua vida como um presente para todos em seu redor. Então, seja você mesmo um melhor presente para quem você ama e ame o máximo de pessoas que puder. Feliz Natal!

Wellington Silva
Siga-me!

Compartilhe!