Ele quer você!

Compartilhe!

Enviado por Eduardo V. Thomazini, de São Paulo, São Paulo

Sempre brinco com meus amigos, membros da Igreja, dizendo: “Você pensa que é fácil se tornar um Deus?”

Na verdade, menciono isso quando temos muito trabalho a fazer na Igreja ou estamos enfrentando grandes desafios na vida. Há um fundo de verdade nisso. O Senhor disse: “Porque a quem muito é dado, muito é exigido”1Doutrina e Convênios 82:3.

Se queremos ser como o Senhor é, muito será exigido de nós.

Cristo também disse: “Se alguém quiser vir após mim, renuncie-se a si mesmo, tome sobre si a sua cruz, e siga-me; Porque aquele que quiser salvar a sua vida, perdê-la-á, e quem perder a sua vida por causa de mim, achá-la-á.”2Mateus 16:24-25

Entretanto, essa exigência do Senhor nunca ultrapassa o que podemos oferecer. O que temos sempre será suficiente. Alguns podem dizer coisas como “tenho muito pouco a oferecer”, “não tenho talento para realizar isso”, “sou pobre”, “não sou reconhecido pois não tenho certas habilidades”, “fiz certas coisas coisas no passado que me impedem de realizar isso”, “não sei falar direito”, e assim acham que não são capazes por não terem ou serem isso ou aquilo. Com o Senhor as coisas são diferentes.

Vejamos alguns exemplos:

A viúva de Sarepta

“Então ele [Elias, o profeta] se levantou, e foi a Sarepta; e chegando à porta da cidade, eis que estava ali uma mulher viúva apanhando lenha; e ele a chamou, e lhe disse: Traze-me, peço-te, num vaso, um pouco de água para que eu beba.
E indo ela para trazê-la, ele a chamou e lhe disse: Traze-me agora também um bocado de pão na tua mão.
Porém ela disse: Vive o Senhor teu Deus, que nem um bolo tenho, senão somente um punhado de farinha numa panela, e um pouco de azeite numa botija; e eis que apanhei dois cavacos, e vou prepará-lo para mim e para o meu filho, para que o comamos, e morramos.
E Elias lhe disse: Não temas; vai, faze conforme a tua palavra; porém faze dele primeiro para mim um bolo pequeno, e traze-mo para fora; depois farás para ti e para teu filho.
Porque assim diz o Senhor Deus de Israel: A farinha da panela não se acabará, e o azeite da botija não faltará, até o dia em que o Senhor dê chuva sobre a terra.
E foi ela, e fez conforme a palavra de Elias; e assim ela, e ele, e a sua casa comeram muitos dias.
Da panela a farinha não se acabou, e da botija o azeite não faltou, conforme a palavra do Senhor, que falara pelo ministério de Elias.”31 Reis 17:10-16

É assim que o Senhor trabalha conosco, transformando o pouco que temos a oferecer, em muito. Nossa parte é fazer o que Ele diz. O restante deixamos por Sua conta.

O dízimo da viúva

“E estando Jesus assentado defronte da arca do tesouro, observava a maneira como a multidão lançava o dinheiro na arca do tesouro; e muitos ricos lançavam muito.
E chegando uma pobre viúva, lançou duas pequenas moedas, que valiam meio centavo.
E chamando os seus discípulos, disse-lhes: Em verdade vos digo que esta pobre viúva lançou mais do que todos os que lançaram na arca do tesouro,
Porque todos ali lançaram do que lhes sobejava, mas esta, da sua pobreza, lançou tudo o que tinha, todo o seu sustento.”4Marcos 12:41-44

Nesse exemplo, ela só depositou na arca meio centavo, quase nada. Mas o Salvador disse que a viúva lançou mais do que todos, porque havia dado tudo o que tinha. É isso que o Senhor quer de nós: não o que sobra, mas tudo!

A irmã Michelle D. Craig disse: “Vocês já sentiram que seus dons e talentos eram insignificantes para o que tinham de fazer? Eu já. Mas podemos dar o que temos a Cristo e Ele multiplicará nossos esforços. O que vocês têm a oferecer é mais do que suficiente, mesmo com suas fraquezas e debilidades humanas, se confiarem na graça de Deus.”5Michelle D. Craig, Descontentamento divino, Conferência Geral de outubro de 2018

Por vezes nos sentimos inadequados. Eu já me senti assim, provavelmente você também já, e está tudo bem! Se confiarmos no Senhor e nos entregarmos a Ele, tudo vai dar certo!

Gideão

“Então o Senhor olhou para ele, e disse: Vai nesta tua força, e livrarás Israel da mão dos midianitas; porventura não te enviei eu?
E ele lhe disse: Ai, senhor meu, com que livrarei Israel? Eis que a minha família é a mais pobre em Manassés, e eu o menor na casa de meu pai.
E o Senhor lhe disse: Porquanto eu hei de ser contigo, tu ferirás os midianitas como se fossem um só homem. (…)
Assim, foram abatidos os midianitas diante dos filhos de Israel, e nunca mais levantaram a sua cabeça; e sossegou a terra quarenta anos nos dias de Gideão.”6Juízes 6:14-16; 8:28[grifo do autor]

Veja como Gideão se sentia! Ele era pobre e o menor na casa de seu pai. Isso interferiu no resultado da designação do Senhor para ele? Não, porque o Senhor estava com ele! Gideão precisou confiar no Senhor e seguir em frente, mesmo sentindo-se fraco e despreparado.

Existem inúmeros outros exemplos nas escrituras sobre esse assunto, como Moisés, Enoque, Pedro, Joseph Smith, etc.

Gostaria de citar um último exemplo:

“E caindo a tarde, os seus discípulos aproximaram-se-lhe, dizendo: O lugar é deserto, e a hora é já avançada; despede a multidão, para que vão pelas aldeias, e comprem comida para si.
Jesus, porém, lhes disse: Não é necessário que vão; dai-lhes vós de comer.
Então eles lhe disseram: Não temos aqui senão cinco pães e dois peixes.
E ele disse: Trazei-mos aqui.
E mandando que a multidão se assentasse sobre a relva, e tomando os cinco pães e os dois peixes, e erguendo os olhos ao céu, os abençoou, e partindo os pães, deu-os aos discípulos, e os discípulos à multidão.
E comeram todos, e saciaram-se; e levantaram dos pedaços, que sobejaram, doze cestos cheios.”7Mateus 14:15-20[grifo do autor]

Veja que interessante! O Salvador transformou cinco pães e dois peixes em cestos cheios (e até sobrou comida!) depois de alimentar cinco mil pessoas. Ou seja, cinco pães e dois peixes foram suficientes para alimentar milhares de pessoas. O que você tem, o que você é, isso é o suficiente para que o Senhor realize grandes milagres na sua vida, assim como tornar você um Deus. Basta confiar Nele e fazer a Sua vontade.

O Senhor quer você!

“Amarás, pois, o Senhor teu Deus de todo o teu coração, e de toda a tua alma, e de todo o teu entendimento, e de todas as tuas forças; este é o primeiro mandamento.”8Marcos 12:30[grifos do autor]

O Senhor quer que O amemos, oferecendo tudo a Ele. Não um pouco ou uma parte, mas tudo!

C. S. Lewis escreveu: “Cristo diz: Entregue-me tudo. Não quero um pouco do seu tempo, um pouco do seu dinheiro e um pouco do seu trabalho; eu quero você. Não vim para atormentar o seu “eu” natural, mas para matá-lo. Meias medidas são inúteis. Não quero podar um ramo aqui e outro ali, quero derrubar a árvore toda. Entregue todo o eu natural, todos os desejos que você considera inocentes, bem como aqueles que você considera maus – todo o aparato. Eu lhe darei em troca um novo eu. Na verdade, o que eu lhe darei é a mim mesmo; minha vontade se tornará a sua”9C. S. Lewis, Cristianismo puro e simples, 1952.

O Senhor quer você por inteiro. Ele quer tudo, mas, em troca, transformará você em uma nova pessoa. Ele lhe dará de si mesmo, como fez ao expiar por nossos pecados, entregando-se totalmente a nós. Faça o mesmo por Ele!

Referências
Referências
1 Doutrina e Convênios 82:3
2 Mateus 16:24-25
3 1 Reis 17:10-16
4 Marcos 12:41-44
5 Michelle D. Craig, Descontentamento divino, Conferência Geral de outubro de 2018
6 Juízes 6:14-16; 8:28
7 Mateus 14:15-20
8 Marcos 12:30
9 C. S. Lewis, Cristianismo puro e simples, 1952

Compartilhe!
Rolar para o topo